A DIETA CETOGÊNICA E JEJUM INTERMITENTE – PAULO MUZY E ROBERTA CARBONARI



ASSISTA a este episódio completo:

ASSISTA a este episódio a partir do fim deste corte:

PAULO MUZY é médico e ROBERTA CARBONARI é nutricionista. Eles são provavelmente o casal mais saudável da história da humanidade. Já o Vilela gabaritou no exame de sangue.

Contato: [email protected]

Quer mandar presentes para nós? A/C Rogério Vilela

CAIXA POSTAL
Caixa Postal: 81969
CEP: 05619-970
São Paulo – SP

#PauloMuzy #RobertaCarbonari #InteligenciaLtda #Podcast
———-

REALIZAÇÃO: Fábrica de Quadrinhos
ANFITRIÃO: Rogério Vilela | Siga no Instagram: @vilela
EDIÇÃO: Isabelly, Rafael e Yasmin
PRODUÇÃO: Rogério Vilela
PESQUISA E DECUPAGEM: Fabio Mantoanelli

source

39 Comments

  1. Jejum intermitente fodeu com meu metabolismo. Perdi tanta massa magra que o efeito sanfona me fez ganhar todo o peso de novo e agora ta uma guerra pra emagrecer, to tendo que fazer todo um trabalho de ganho de massa magra pra aumentar o metabolismo basal, se forem fazer jejum procurem um nutri que entenda do assunto e que vá ajudar no processo, do contrario estara como eu em 1 ano

  2. Jejum e dieta cetogenica tem que ser passado por um profissional capacitado para tal. Muzy e Roberta explica muito bem, com dados de estudos maravilhosos!
    Parabéns muzy e Roberta!

  3. Tenho 42 anos, gordo a vida toda, tendência a diabetes, toda dieta de déficit calórico q tenha carbo me dá uma fome desgraçada. A única dieta q me serve é a cetogênica, quando eu entro em cetose, eu preciso me lembrar de comer pq não sinto mais fome. A fome de carbo dói em mim, queima, me sinto horrível, e eu sinto fome toda hora mesmo q eu consuma carbo com baixo índice glicêmico.

  4. Discordo do Dr. A dieta cetogênica aliada ao jejum, feita do modo correto, com suplementação adequada e acompanhamento de especialista são associações perfeitas. Sugiro o Dr buscar novas fontes. Passei da fase de acreditar cegamente no que os Doutores pregam.

  5. Quem quiser viver com mais saúde e ter longevidade o jejum é nescessário, as pesquisas mais recentes mostram isso. Fora que toda pessoa que vivem muito aqui no interior que janta cedo vivem mais, 90/105 anos , no mínimo 12 horas sem comer, já venho observando isso a anos.

  6. Emagreci 38kg nunca fiz jejum.. nem passei fome.. muito menos me senti fraca… Resumindo conhecimento é tudo…saber o que comer e a hora de comer é vida é fazer as pazes com a comida.

  7. Sou triatleta amador dedicado e minha melhor performance foi num Iromman 70.3 em Portugal . Prova com água a 14° e 900mts de altimetria. Estava cetogenico .

  8. Tenho 46 anos, faço jejum intermitente e dieta cetogênica há 6 anos e pelo contrário do exposto, tenho uma boa densidade muscular, não tenho flacidez e minhas taxas são ótimas e tudo isso sem fazer nenhum ciclo hormonal. Na prática, esse estilo de vida se mostra eficiente em minha vida e não pretendo voltar a comer carboidratos.

  9. A galera tem que entender , que mesmo fazendo 200 anos de dieta nunca vão ficar iguais a essa galera do Instagram com um físico incrível , se não tomar anabolizante não fica , desistam disso , e o mínimo que esses profissionais deviam era falar a verdade .

  10. Jejum me ajuda a ter disciplina. Já tive muito transtorno alimentar, hoje em dia como de forma saudavel e os jejuns são de no maximo 16 horas. Eu paro de comer na hora que acho coerente, sigo o jejum e as proximas refeições faço de forma organizada e consciente.

  11. Inclusive a 15 mil anos atrás era normal procurar um nutricionista caso nossos ancestrais não achassem comida todo dia. O nosso instinto nos torna uma máquina melhor para a caça quando estamos com fome, se fosse ao contrário estaríamos extintos. A vdd é ter uma alimentação bem controlada na hora que pode comer.

  12. Eu era adapta ao jejum intermitente e a low carb…perdi muito peso mais de 10 pra ser exata perdi em pouco tempo …porém veio a flacidez…agora já recuperei por conta da musculação…o correto mesmo é o defict calorico…não é tão rápido a perda…porém é saudável

  13. Treino a 12 anos, e a 4 faço dieta cetogenica, sou endomorfo, mas com um bom metabolismo, ganho gordura muito fácil, mas diferente da maioria dos endomorfos, tbm consigo perder sem muita dificuldade,escolhi ela, pela minha compulsão alimentar,nesses 12 anos, nunca consegui ter controle da compulsão, em toda refeição livre, eu comia além da conta, e prejudicava meus resultados, hj com a cetogenica, eu consigo ter um controle muuuuito maior. Antes fazia 20 dias de cetogenica e 2 reposição de carbo, depois passei pra 15/2, hoje faço 7/2 , é muito relativo, pois tem médicos e nutris que defendem ela, e médicos e nutris que condenam, falando por experiência própria, não tenho oque reclamar. Tanto que a minha nutri já disse, que meu corpo gosta bastante da cetogenica e se adapta muito bem a ela, e msm com a cetogenica, consigo uma boa hipertrofia, com um bom treino Tbm.

  14. Já fiz dieta cetogênica e jejum intermitente…posso dizer que, dieta cetogênica é maravilhosa pra quem tem compulsão de carboidratos e doces principalmente. Me lembro de não sofrer de abstinência igual hj em dia, todo momento eu quero açúcar e carboidratos, não é saudável, não é legal…além de sentir vontade absurda de comer o dia todo. Na dieta cetogênica eu simplesmente comia meu almoço e ficava satisfeita, no máximo comia um pedacinho de coco ou morango congelado de sobremesa, me lembro de comer com gosto e feliz. Jejum ajuda mto com clareza mental e disposição. Gosto. Vou voltar com a cetogênica e jejum essa semana , me sentia mto melhor antes. Fora q perdi peso e fiquei com os músculos aparecendo

  15. Uma coisa q não entendi, o jejum intermente comendo só no almoço comida comum um prato, vc não está fazendo o desefit calorico? Faço isso tds os dias mas não consigo chegar nos 59 kg, alguém sabe pq?
    Obs: não faço academia, pois não tenho dinheiro para fazer isso nesse instante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X